Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Quadrinhos Vintage: Recruta Zero
21/11/2020 17:11 em Novidades

Divertido, sarcástico e, não raro, surreal: esses são alguns dos atributos que muito bem se encaixam às tirinhas e revistas do Recruta Zero (Beetle Bailey), inconfundível personagem criado pelo cartunista norte-americano Mort Walker (1923-2018). Lotado no quartel Swampy, Zero é, ao mesmo tempo, preguiçoso e esperto – e até insolente em certas ocasiões. Perseguido pelo mal-humorado e glutão sargento Tainha, que não admite nenhuma insubordinação, Zero sempre tenta dar um jeito de escapar à labuta – embora, algumas vezes, não se saia bem em suas tentativas.

No Brasil, o Recruta Zero e sua turma tornaram-se conhecidos através das tirinhas publicadas por jornais como O Estado de S. Paulo, O Globo, Zero Hora, O Estado de Minas, Diário de Pernambuco, Jornal de Brasília, entre outros. Já a revista chegou às bancas durante os anos 60, 70 e 80 pela Rio Gráfica Editora (posterior Editora Globo), sendo também publicada pelas editoras Saber (com o título “Zé, o Soldado Raso”, entre 1970 e 1973), L&PM,Pixel (Ediouro), Mythos Editora e Opera Graphica. No formato Animação, o desenho do Recruta Zero foi exibido no Brasil pelo SBT na década de 1980, passando pela TV Record e pelo canal pago Boomerang nas décadas seguintes.

Entre as principais personagens da turma, destaque para o soldado Platão e seu jeitão intelectual, o abiscoitado soldado Dentinho, o praça Cosme e seus nebulosos negócios, o revoltado soldado Roque, o mulherengo praça Quindim, o cozinheiro Cuca e suas “receitas deliciosas”, o sargento Tainha –  junto a seu inseparável cão, Otto –, o infantil e imaturo tenente Escovinha, o tenente Mironga e suas reflexões, o incompetente e vaidoso general Dureza – e tantas outras figuras inesquecíveis do quartel Swampy que, reunidas, fazem de Recruta Zero uma das publicações mais marcantes de todos os tempos. 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Vintage Educação