Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Álbum do Mês: “Siembra”, Willie Colón & Rubén Blades
18/05/2020 00:46 em Musica

Quando o jovem imigrante panamenho Rubén Blades foi contratado pela Fania Records para trabalhar no departamento de correspondência da gravadora, Johnny Pacheco e Jerry Masucci, seus fundadores, não poderiam imaginar que ali estava o compositor que, ao lado do cantor Willian Colón, seria responsável pelo maior sucesso da Fania: o sensacional LP "Siembra".

Lançado em 1978, o disco vendeu mais de 25 milhões de cópias nos Estados Unidos e América Latina e é considerado a obra-prima da dupla. E não por menos: "Siembra" reúne maravilhas como "Plástico", "Buscando Guayaba", "Pedro Navajo", "Ojos" e a música que dá nome ao álbum, "Siembra" – todas com arranjos de feras do calibre de José Torres (piano), José Mangual Jr (maracas), Adalberto Santiago (percussão) e Eddie Rivera (baixo).

"Siembra" chegou às lojas numa época em que a Salsa nova-iorquina vivia o seu auge (o ritmo surgiu em Cuba, mas ganhou o mundo a partir de Nova York, onde os músicos a mesclaram com outros estilos em busca de uma sonoridade que tivesse o verdadeiro "sabor latino-americano") e foi um divisor de águas entre o apogeu e a decadência do gênero, que por pouco não desapareceu ao longo dos anos 80. Porém, a partir dos anos 2.000, a Salsa voltou a se destacar perante o público e a crítica ao ser misturada à tendências modernas, dando origem a híbridos como o Merengue-House e o Salsa-Merengue. Não obstante, dificilmente as novas gerações de músicos, compositores e DJ's do ritmo conseguirão emplacar outro clássico à altura de "Siembra".

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Vintage Educação