Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Memórias do Dial: Alcunhas do Rádio Antigo
04/03/2020 20:20 em Musica

Nestes tempos de “politicamente correto” colocar apelidos nas pessoas pode não parecer a mais nobre das atitudes, mas saiba que, num passado não tão distante, isso era algo comum. Eventualmente, o “homenageado” não se importava com a alcunha recebida – mas tal situação poderia virar um problema caso a pessoa não aprovasse a “homenagem”. Talvez seja mesmo como se diz por aí, “o apelido sempre combina com a pessoa apelidada” ou talvez nem tanto, o fato é que, no mundo da comunicação, não poderia ser diferente. Por isso, selecionamos alguns profissionais do rádio antigo e as respectivas alcunhas pelas quais eram conhecidos nas emissoras em que trabalhavam – e, não raro, entre seus ouvintes! 
* Silvio Caldas (cantor): era o “Bolo Mimoso”.
* Armando Louzada (radioator, compositor e produtor): respondia pelo não muito simpático apelido de “Pé Na Cova”.
* Herivelto Martins (cantor e compositor): conhecido como “Garnizé”.
* Renato Murce (radialista): o “Príncipe Submarino”.
* Francisco Alves (cantor): era o “Chico Viola”.
* Nelson Gonçalves (cantor): por falar rápido demais, recebeu do sambista Ciro Monteiro a alcunha de “Metralha”.
* Heleninha Costa: “Franjinha”, apelido colocado por Cesar de Alencar por conta do corte de cabelo da cantora.
* César de Alencar (radialista): devido às suas orelhas proeminentes, era chamado “Cavalete” ou “Aeroplano”.
* César Ladeira: o consagrado comunicador foi apelidado pela atriz portuguesa Beatriz Costa como “Bolinho de Arroz”.
* Afrânio Rodrigues (locutor): por ostentar os cabelos oleosamente pretos e lisos, era chamado na Rádio Nacional de “Chão de Garagem” ou “Touca de Piche”.
* Luiz Gonzaga (cantor e músico): era o “Lua”, apelido que lhe fora atribuído ainda nos tempos da Rádio Clube, onde os colegas diziam que o futuro Rei do Baião tinha “cara de lua”.
* Ciro Monteiro (sambista): “Formigão” (apelido atribuído ao músico em 1936, após um jogo de futebol entre os times de Noel Rosa e Luiz Barbosa).
* Jorge Curi (locutor): sua elevada estatura lhe garantiu diferentes apelidos ao longo do tempo, como “Jóquei de Elefante”, “Animador Maracanã”, “Compressor de Asfalto” e “Engradado de Girafa”. 
* Ivon Curi (ator e cantor): o irmão mais famoso de Jorge Curi teve dois apelidos, “Salsichão” e “Bigode Sedoso”.
* Carlos Galhardo: era chamado “Spaghetti”, apelido atribuído ao cantor argentino por Ciro Monteiro durante um programa na Rádio Mayrink Veiga.
* Júlio Louzada (locutor): era chamado “Reverendo” por conta de sua locução diária da oração da Ave-Maria na antiga Rádio Educadora.
* Oswaldo Moreira: o consagrado locutor esportivo da Rádio Tupi era chamado de “Alfinete”.
* Waldir Amaral: outro craque da locução esportiva de seu tempo, conhecido como “Bob Nelson”.
* Nair Amorim: atualmente na Super Rádio Tupi, a radioatriz, dubladora e locutora recebeu diferentes apelidos ao longo da carreira devido à sua baixa estatura, como “Meio Quilo”, “Pedacinho de Gente”, “Puxa Vida” e “Amostra Grátis”.

Fonte: diferentes edições da Revista do Rádio, acervo da Biblioteca Nacional.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Vintage Educação