Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Memória Rádio Vintage: “Amizade Colorida”
08/09/2019 21:54 em Tecnologia

Estrelada por Antônio Fagundes e transmitida originalmente pela Rede Globo de 20 de abril a 29 de junho de 1981, “Amizade Colorida” foi uma série de curta duração, uma vez que seu sucesso foi proporcional às polêmicas nas quais se envolvera – apenas 11 episódios foram produzidos.
Criada por Armando Costa, Bráulio Pedroso, Domingos de Oliveira e Lenita Plonckzynska, “Amizade Colorida” mostrava a conturbada vida de Eduardo Lusceno, o Edu, um fotógrafo boa praça, mulherengo e “Dom Juan”, que vivia a enfrentar situações das mais complicadas por conta de suas aventuras amorosas. À frente de seu tempo, a série se propunha a abordar temas relacionados ao universo masculino, como impotência sexual, machismo e paternidade. A ideia inicial era que “Amizade Colorida” substituísse “Malu Mulher” – produção bem-sucedida voltada para o público feminino –, apresentando a rotina de um homem solteiro na cidade grande que, no auge de seus 30 anos, sente-se perplexo frente à independência do sexo feminino.
Todavia, o moralismo de parte do público e a pressão imposta pela censura condenaram a série a se tornar uma minissérie, principalmente após a exibição do episódio “Gatinhas e Gatões”, no qual Edu vai para a cama com uma namorada e, quando surge a oportunidade, com a filha adolescente dessa mulher. Antes disso, “Bagunça”, escrito pelo próprio Antônio Fagundes, sofreu tantos cortes que perdeu o sentido e acabou por não ser exibido. Em 1990 e 1995, nos festivais em comemoração aos 25 e 30 anos da Rede Globo, alguns episódios de “Amizade Colorida” foram reprisados, incluindo “Gatinhas e Gatões” – porém sem causar a mesma polêmica.

COMENTÁRIOS