Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Memória Rádio Vintage: As Máquinas de Escrever
09/08/2022 22:35 em Tecnologia

Elas hoje estão aposentadas – com sorte, mantiveram-se esquecidas sobre velhos guarda-roupas, penteadeiras abandonadas, closets do tipo porta entulhos ou nos porões empoeirados de casas antigas. Sem sorte, estarão fossilizando nos aterros sanitários ou sendo reaproveitadas por empresas como Gerdau, Gir e Metalbo, renascendo em forma de pregos, vergalhões, arames e parafusos. E não faz tanto tempo possuíam diferentes funções na sociedade, dos escritórios nas grandes corporações às cartas de amor que fizeram parte da vida de inúmeras pessoas.

Ingrato fim destinado às máquinas de escrever! Em praticamente todo o mundo, tanto o tradicional PC quanto seus parentes high-tech assumiram o papel que era das máquinas, acrescidos de toda sorte de recursos inconcebíveis para elas. E o que não dizer dos barulhentos cursos de datilografia, que davam velocidade e precisão aos seus alunos, poupando-lhos das técnicas “cata-milhos”, “tartarugagem” e “jaboticabagem”, tão usadas pelas gerações mais novas quando à frente de um teclado!

Para aquela velha máquina de escrever, nunca houve ameaça de vírus ou hackers e, quando quebrava, a manutenção costumava ser simples e barata. Dispensava impressora e usava uma fita baratinha – desde que não fosse uma máquina elétrica $$$! É bem provável que as máquinas de escrever, pela importância que tiveram no passado, merecessem um destino melhor. A despeito disso, até hoje estão presentes nas lembranças daqueles que as guardam não como simples engenhocas, mas sim entre as melhores recordações.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!